Blog

Fraudes na internet: saiba as 3 práticas mais comuns

21 de maio de 2021

Fraude é um crime previsto na lei, com o intuito de obter vantagens ilícitas causando prejuízos para outra pessoa, muitas vezes através de furto de dados pessoais e/ou dinheiro. No meio digital, tal prática se tornou comum e tem se intensificado durante a pandemia.

Um desses crimes é através de phishing, ou seja, é um artifício para atrair a atenção da pessoa e fazê-la realizar alguma ação, geralmente através de um link. Caso a pessoa acesse, estará fornecendo dados pessoais e financeiros, senhas, cartões de crédito, entre outros.

Em 2020, esses ataques abusaram da temática da Covid-19 com iscas que foram desde ofertas de máscara e álcool em gel, falsas inscrições em programas de auxílio social, cadastro do PIX, e recentemente através de um falso cadastro para a vacina.

Mas você sabe quais são as fraudes mais comuns na internet? Listamos abaixo 3 práticas criminosas que mais acontecem para você ficar atento e alertar seus amigos e familiares para ficarem espertos e não caírem nas armadilhas.

Clonagem do whatsapp:
Os golpistas mandam mensagens para convencer o usuário a informar pelo aplicativo um código enviado por mensagem SMS, item necessário para concluir a autenticação da conta em um outro celular.

Com o acesso, os criminosos podem atingir outras pessoas da lista de contatos pedindo dinheiro ao se passando pela vítima que teve o whatsapp clonado.

Falsas notificações de serviços, bancos ou lojas populares:
As notificações falsas são criadas a partir do nome de lojas populares no universo online, bancos e instituições financeiras, serviços de entrega de aplicativos, site de reservas, sites de cadastro de empregos, entre outros tipos de serviços online.

Os cibercriminosos encaminham mensagens aparentemente reais para e-mail, SMS ou em redes sociais com um link de phishing redirecionando para sites falsos, para atingirem pelo menos alguns usuários que, sem pensar, acabam acessando o conteúdo da mensagem.

Uma variante dessa prática são mensagens privadas em redes sociais. Perfis falsos de empresas entram em contato alegando detecção de atividade suspeita na sua conta ou falando sobre uma nova ferramenta adicionada, e para isso precisam do consentimento do usuário. Independente do conteúdo da mensagem, terá um botão que direciona para um link phishing.

Pagamento falso por boleto:
Consiste na alteração da linha numérica e no código de barras de um boleto, fazendo com que o valor vá para uma outra conta muitas vezes em um outro banco. Os dados no corpo do boleto geralmente são reais, apenas são falsos os dados na linha numérica, onde estão as informações mais importantes para o pagamentos. Às vezes, o código de barras também sofre alteração ou fica incompreensível, forçando a digitação da linha numérica.

As práticas se tornaram comuns na internet e todos estão sujeitos a cair nas armadilhas. Seja por falta de atenção aos detalhes ou por ser um alvo vulnerável, como idosos e pessoas mais jovens, é importante suspeitar de todas as mensagens e informações passadas por outra pessoa, seja conhecida ou desconhecida.

Então se atente:

  • Verifique erros gramaticais e ortográficos;
  • Ofertas bastante lucrativas que estão fora do comum ou prêmios de loteria;
  • Mensagens que pedem por uma atitude rápida ou urgente;
  • E-mails de remetentes desconhecidos;
  • Ameaças de corte de algum tipo de serviço ocorridos do nada;
  • Pedido para clicar em algum link contidos em e-mails, SMS, mensagens em aplicativos ou redes sociais, seja de visualização de fotos, notícias ou recadastramento de dados.

Gostou dessas informações? Compartilhe com amigos e familiares para se informarem e não caírem nessas fraudes comuns.

Categorias