Blog

O uso saudável das redes sociais

10 de setembro de 2019

Escolha seu melhor ângulo, tire uma foto, realce seus traços no aplicativo de edição, coloque na rede sociais, escreva uma legenda, poste! Agora é só esperar as “curtidas e comentários”.

Se você é ativo no meio online, você já deve ter seguidos esses passos!

As redes sociais simulam nossas vidas: compartilhamos momentos, fotos, vídeos e pensamentos esperando receber um reconhecimento e validação de usuários, que muitas vezes não conhecemos.

Além disso, as mídias sociais se tornaram uma “vitrine” de estilo de vidas: seguimos pessoas que compartilham padrões de vida e beleza distante de nossa realidade. Logo, há uma tendência em tentar se encaixar no comportamento que vemos nas telinhas.

Quando não atingimos uma expectativa esperada, quando não recebemos um grande número de “likes” ou o comentário que queríamos, nos frustramos e, muitas vezes, nos sentimos fracassados. Isso pode impactar significativamente nossa autoestima.

As redes sociais cada vez mais nos faz duvidar da nossa autoimagem: nos comparamos aos outros e nos moldamos para tingir um padrão que está sendo bem aceito por outros usuários.

Porém, é importante ressaltar que se não conseguimos seguir aquele tipo de vida, ou se não somos queridos como alguns usuários não significa que nossa vida seja ruim ou que não somos suficientes. Somos apenas diferentes.

Neste Setembro Amarelo, vamos valorizar a vida também no mundo online? Estamos sempre conectados à todos, mas será que estamos conectados a nós mesmos? Convidamos vocês para usar as redes de forma mais saudável!

  1. O primeiro passo para isso é responder a pergunta: qual a importância das redes sociais para sua vida? Se todas as suas ações sempre recaem em como você quer ser visto no mundo virtual, comece a diminuir o ritmo e a frequência do uso.
  2. O segundo passo é entender que não tem como saber o que realmente se passa por trás das fotos maravilhosas que vemos! Todos vivem diariamente batalhas pelas quais não temos dimensão.
  3. Você se sente distante da realidade que é exibida na sua timeline? Comece a seguir pessoas parecidas com você! Representatividade importa e pode ser possível até trocar experiências outros usuários que pensam e passam pelo mesmo que você.
  4. Influencers a todo momento divulgam produtos e experiências tentadoras. O consumismo também pode ser um problema na era das redes sociais. A dica para esse fato é sempre que pensar em comprar algo que viu nas redes, se questionar: “será que realmente preciso disso”? Pesquise bem a utilidade dos produtos e se faria bom proveito dele.

As redes sociais são as ótimas para nos relacionarmos, para nos aproximar de pessoas distantes, de compartilhar opiniões e promover reflexões. Você deve ter chegado a esse post graças a uma rede social. Logo, vamos usá-las de forma mais saudável?

Afaste-se e olhe para si! Somos muito além das aparências. Exercite esse pensamento sempre que possível. O primeiro e mais importante like é o seu!

Categorias